Chapada Diamantina

O Parque Nacional da Chapada Diamantina é uma ilha de verde, cercada por um mar de sertão por todos os lados, em pleno coração da Bahia. O verde é explicado pelas grandes alturas das montanhas da Serra do Sincorá, que barram as nuvens de chuva que vêm do Atlântico. E assim nascem as milhares e ainda incontáveis cachoeiras desta imensa área ( 152.000 hectares) e sua reserva verdejante de natureza. Isso sem falar nas dezenas de cidades históricas espalhadas em todas direções, cidades que congelaram suas belezas no tempo e passaram ao largo da destruição de suas arquiteturas.

A Chapada Diamantina é todo um universo que fascina: patrimônio natural impressionante e patrimônio cultural com suas pequenas e delicadas cidades coloniais. Tudo isso somado a um jeito baiano e sorridente que recebe o turista com cordialidade e simpatia. Um universo cuja porta de entrada é a cidade de Lençóis.


Chapada Diamantina é uma região de serras, protegida pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina, situada no centro do estado brasileiro da Bahia, onde nascem quase todos os rios das bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas. Estas correntes de águas brotam nos cumes e deslizam pelo relevo em belos regatos, despencam em borbulhantes cachoeiras e formam transparentes piscinas naturais. O parque nacional é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).[1][2]

Na região estão situados as maiores altitudes da Região Nordeste do Brasil: o Pico do Barbado, com 2033 metros, Pico do Itobira e o Pico das Almas.[3][4][5] A formação geográfica faz parte do conjunto de serras e planaltos do Leste e do Sudeste do relevo brasileiro[6] e constitui-se como prolongamento da Serra do Espinhaço, portanto, é um escudo cristalino formado no Pré-Cambriano.[7][8]

A vegetação é exuberante, composta de espécies da caatinga semiárida e da flora serrana, com destaque para as bromélias, orquídeas e sempre-vivas. Sua população total estimada em 2014 era de 395.620 habitantes. Sendo Seabra, Morro do Chapéu e Iraquara as três cidades mais populosas, segundo dados do IBGE.[9][10][11]

A Chapada Diamantina é composta por 24 municípios: Abaíra e seus distritos Ouro Verde e Catolés, Andaraí, Barra da Estiva, Ibitiara, Itaetê, Marcionílio Souza, Morro do Chapéu, Novo Horizonte, Palmeiras, Rio de Contas e seus distritos Arapiranga e Marcolino Moura, Seabra, Souto Soares, Tapiramutá, Utinga, Wagner, Boninal, Bonito, Ibicoara e seus distritos Cascavel e Capão da Volta, Iraquara e seus distritos Iraporanga e Água de Rega, Jussiape e seu distrito Caraguataí, Lençóis, Mucugê, Nova Redenção e Piatã e seus distritos Cabrália e Inúbia

Wikipedia